sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Novidades de Vermont

Alo, galera, ando sumido, ne? Pois eh, acesso da internet eh meio ruim aqui porque nao tenho notebook, ai preciso vim a biblioteca para usar o computador (preguica). Antes de continuar a leitura, peco desculpas pela falta de acentos, afinal o teclado esta em ingles e eles nao tem isso por essas bandas (e nem quero formatar - hahaha).
Cheguei em Rutland, Vermont, segunda passada a noite. Ainda nao esta nevando, mas ja faz bastante frio. A cidade eh muito pequena, mas eh linda, tipicamente americana, com as casas sem muros e o pessoal bastante amigavel. Eh normal voce passar pelos outros aqui e eles te cumprimentarem, nao so dizendo "bom dia", mas tambem perguntando "como vai voce?". Interessante isso, ne? Bastante diferente de Nova York, onde a galera so falta pisar em voce e nao pedir desculpas.
Com relacao a "big apple", fiquei um pouco decepcionado. Esperava mais da cidade. Nao eh que seja feia ou coisa do tipo, pelo contrario, eh uma cidade muito massa, com predios fabulosos, lugares maravilhosos, mas nao se compara a outras tambem mundialmente famosas como Paris ou Londres. A Ponte do Brooklin mesmo eh linda nos filmes, mas pessoalmente nao tem muita graca (tirando a vista que eh espetacular): sao varios cabos enferrujados e mal cuidada. O metro eh sujo, com ratos passando perto de voce nas estacoes, as pessoas sao mal-educadas, grossas mesmo. Enfim, esperava mais, mas mesmo assim eh uma cidade "irada".
Aqui em Rutland eu fui terca tirar meu social security, mas ate agora nao recebi sequer o numero e isso esta me deixando ansioso, pois, afinal, so posso procurar emprego quando o tiver em maos. Ate ontem so tinha eu e mais outro brasileiro na cidade, Diego (Rio de Janeiro), mas ai Joao Gabriel (Minas) chegou ontem a noite e se tornou meu "roomate". Hoje vamos procurar casa para nos e para o pessoal que esta vindo. Espero que de tudo certo, porque morar num quarto de hotel eh um pouco incomodo. Tambem espero que quando eu voltar para o hotel daqui a pouco eu tenha recebido a correspondencia contendo meu numero do social security, so assim ficarei mais tranquilo e poderei finalmente comecar a olhar emprego. Essa ocio esta complicado...
Eh isso, pessoal, depois eu trago mais novidades e curiosidades da terra do tio Sam como espingardas sendo vendidas em pratileiras de supermercado... haha!
Abracos!

domingo, 28 de novembro de 2010

Cheguei nos EUA

Serei muito breve porque a internet aqui eh muito cara. Desculpem os erros de acento, mas o teclado daqui tambem nao ajuda.

Cheguei bem. A viagem foi tranquila, embora cansativa. O albergue que estou em NY eh trash, mas a cidade eh mt legal. Nao eh Europa, claro, mas eh primeiro mundo. Nao vou mentir que senti saudades de Londres, que eh ooooooutro nivel... hahaha!

Eh isso, depois coloco mais informacoes. Amanha estou indo para Rutland, que eh onde vou morar.

Abracos, pessoal!

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Agora é oficial


Agora é oficial, pessoal!! Sábado eu embarco para os EUA!!! Meu passaporte acabou de chegar em casa com o visto americano de trabalho!!!
Como faz para eu conseguir estudar agora? Hahaha!



segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Work Experience: USA, here I go!


Cof, cof, cof... Eita quanta poeira! O blog estava entregue às moscas, abandonado mesmo o coitado. O aventureiro cinéfilo andava muito ocupado (na verdade, sem saco para postar mesmo - hahaha), mas agora ele tem um grande motivo para colocar o blog na ativa novamente: WORK EXPERIENCE 2010 / 2011. \o/

Isso mesmo, pessoal! Meu visto acabou de ser aprovado e já viajo sábado para os EUA (isso se meu passaporte + visto chegar a tempo na minha casa - rezem por mim). Passarei 3 meses lá num intercâmbio de trabalho. A cidade? Killington no estado de Vermont, lá no extremo nordeste do país (uma cidade pequena, muita fria, com muita neve e estações de ski). O emprego? Ainda não tenho, procurarei lá pessoalmente. A moradia? Inicialmente num hotel, depois procurarei casa. As companhias? Na teoria estou indo só, mas conheci vários brasileiros que vão para lá e alguns deles serão minha "família" durante o intercâmbio.

A partir de então, até o fim do intercâmbio, "Aventuras de um Cinéfilo" será um diário de bordo das minhas trapalhadas nos EUA. Espero que vocês se divirtam e ao mesmo tempo torçam por mim para que tudo dê certo. Prometo atualizar sempre que puder tudo que for de interessante que estiver acontecendo na terra do tio Sam.

Por enquanto é isso! Agora é aguardar o passaporte + visto chegar na minha casa, finalizar meu período na faculdade, fazer algumas reservas e arrumar a mala. Dia 27, sábado, com fé em Deus eu pego meu vôo: Recife x Miami; Miami x Nova York.

\o/

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Cebu Pacific Airlines

Esse vídeo é bem a cara do site. Aeromoças de uma companhia aérea chamada Cebu Pacific fazem as instruções de vôo ao som de Lady Gaga (Just Dance) e Katy Perry (California Girls). Só assim para animar essa parte chatinha do vôo...


segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Música da semana: Ultrabeat - Use Somebody

O aventureiro cinéfilo anda muito ocupado ultimamente, então acabará postando outra música (muito mais rápido). Pelo menos para mim, existe a canção da semana, ou seja, aquela que você ouve até enjoar durante uma semana inteira, como se estivesse descoberto a melhor música do mundo. Adoro Use Somebody de Kings of Leon e acabei descobrindo essa semana um cover viciante.

Apreciem!!

Ultrabeat - Use Somebody

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Brandon Flowers - Only The Young

Hoje o aventureiro cinéfilo vai de música. Sabe aquela canção que você acaba de conhecer, se encanta logo e passa a semana ouvindo sem parar? Pronto, essa é uma. Estou viciado!!

Fiquem então com Brandon Flowers (vocalista do The Killers em carreira solo) - Only The Young:


domingo, 26 de setembro de 2010

Panorama dos filmes em cartaz nos cinemas

Como fica impossível eu fazer críticas de todos os filmes em cartaz nos cinemas e sei que isso é de interesse de muitos, farei um breve panorama sobre eles. Aproveitem que hoje é domingo, dia de descanso, e veja um filme no cinema ou amanhã que os ingressos são baratos. Boa diversão!

Comentarei apenas os filmes que vi, ou seja, há mais filmes em cartaz além desses abaixo. Lembrando que nesse final de semana tivemos 4 estreias na cidade:
1 - Gente Grande (dublado / legendado)
2 - O Último Exorcismo (legendado)
3 - Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme (legendado)
4 - Destinos Ligados (legendado)


A Origem

Provavelmente a última semana para o público conferir um dos melhores filmes do ano, já comentado aqui no blog. Para maiores detalhes, pesquisa sobre ele aqui.
Nota: 10

Inception (EUA, 2010), 14 anos, 148 min
Recife: sala 9, até quinta-feira às 20h, legendado


A Saga Crepúsculo: Eclipse

De volta a Recife no Parque, essa terceira parte da saga que é algo que só deve agradar aos fãs da série porque é completamente vazio. Até as esperadas cenas de ação são poucas e não compensam o ingresso. É menos "lenga-lenga" que Lua Nova, mas continua aquela insuportável dúvida de Bella entre o vampiro fresco e o lobisomem cafuçu. Já deu! (ela ainda não)

The Twinlight Saga: Eclipse (EUA, 2010), 14 anos, 124 min
Dublado somente no Parque às 19h20 (segunda, terça, quinta e sexta).


A Última Música

Com o intuito de desvincular Miley Cyrus da sua personagem Hannah Montana da Disney, Nicholas Sparks deu a ela esse filme de presente. Mas nem parece, porque ela não está boa no papel. Sei que é uma atriz / cantora esforçada, mas ainda tem muito que aprender. Quanto ao filme, segue a fórmula das produções baseadas em livros do Sparks: sempre tem que ter um final meloso e uma carta no meio. Eu prefiro Querido John.
Nota: 6,5

The Last Song (EUA, 2010), 10 anos, 107 min
Recife: sala 2, até quinta-feira às 19h30, legendado (cinema de arte - sic)


Amor à Distância

A fim de uma comédia romântica divertida e distante daqueles clichês cansativos típicos desse gênero? Então corre para o cinema antes que Amor à Distância saia de cartaz. O filme é muito engraçado e ainda deixa aquela sensação pós-sessão de "quero uma história assim". É a história de um casal que se conhece em Nova York, mas ela precisa voltar pra casa em São Francisco, do outro lado dos EUA. E é dessa forma, com várias milhas de distância que eles mantém um relacionamento, através de telefonemas, e-mails, webcams, visitas quando as passagens aéreas estão mais baratas e assim vai... Vale a pena conferir!
Nota: 8

Going The Distance (EUA, 2010), 14 anos, 103 min
Recife: sala 2, até quinta-feira às 17h10, 21h50, legendado
Box: sala 11, até quinta-feira às 18h40, 21h, legendado


Direito de Amar

De volta a Recife, esse belo filme dirigido por Tom Ford. É sobre um professor homossexual que fica deprimido após a morte de seu companheiro e um aluno adolescente começa a lhe dar maiores atenções. Colin Firth está excelente e concorreu ao Oscar desse ano.
Nota: 9

A Single Man (EUA, 2009), 14 anos, 99 min
Apolo: segunda a quarta, às 16h30 e 19h, legendado


Karate Kid

É sessão da tarde, é clichê, traz mensagens de forma didática, é pra promover o filho de Will Smith... É, é isso tudo, mas é muito bom! É o típico filme que faz você vibrar no cinema, por mais que o final seja batido e esperado. É o típico filme que te emociona e te diverte, porque é uma produção feita pra isso, para ser consumida dessa forma. Não espere algo sofisticado e sairá do cinema contente. É pipocão dos bons!
Nota: 8

Karate Kid (EUA, 2010), 10 anos, 140 min
* as duas cópias legendadas da cidade já saíram de cartaz, agora só dubladas
Várias sessões no Recife, Box, Boa Vista, Tacaruna e Rosa e Silva.


Meu Malvado Favorito

Animação bonitinha que agrada a crianças e adultos, mas não espere algo tão adulto como Shrek ou UP. É para adultos que gostam de animação de forma geral. Só achei que ele se perde lá pelo meio, ficando meio sacal. Até algumas semanas atrás estava em cartaz também em 3D e esse formato de exibição valia o ingresso mais caro, com uns efeitos bem divertidos (como essa cena da montanha russa).
Nota: 7

Despicable Me (EUA, 2010), Livre, 92 min
Em cartaz no Recife, Box, Tacaruna e Rosa e Silva. Apenas dublado e em 2D.


Nosso Lar

Uma pena que o cinema nacional dê um passo grande, mas muito mal executado. O filme tinha tudo para ser belo e emocionante, mas é um exercício de paciência. Atuações péssimas (até de veteranos), trilha sonora repetitiva, efeitos especiais meia-boca, lições de vida transmitidas de forma piegas. Acho que mesmo que eu fosse espírita ia achar esse filme muito ruim, porque nem especial da Globo consegue ser tão mal feito. O personagem do André Luiz não me causou empatia alguma e sim o contrário, o que não era para ocorrer. Nada contra a doutrina espírita, estou falando do filme em si que é falho sob vários aspectos. Fica difícil acreditar que foram gastos R$20 milhões... E que venha Nosso Lar 2 (é, já confirmaram). Prefiro dar umas voltas pelo umbral do que ver a continuação...
Nota: 1,5

Nosso Lar (Brasil, 2010), 10 anos, 112 min
Em cartaz no Recife, Box, Plaza, Tacaruna, Boa Vista e Rosa e Silva.


O Aprendiz de Feiticeiro

De volta a Recife, dessa vez no cine-teatro do Parque. É filme bem sessão da tarde, mas não empolga tanto quanto o remake de Karate Kid. É simpático, mas tem horas que cansa tamanha a quantidade de clichês e previsibilidade.
Nota: 5

The Sorcerer´s Apprentice (EUA, 2010), 10 anos, 110 min
Dublado no Parque às 17h (segunda, terça, quinta e sexta).


O Bem Amado

Irritante e histérico! Esses dois adjetivos definem bem essa produção nacional. Guel Arraes está de volta em versão 15.0, o que é uma afronta aos ouvidos e ao bom gosto. Depois de ter feito Romance, filme bem simpático, já que ele se podou nos seus trejeitos, volta com tudo nessa verborréia cinematográfica. Já achei Lisbela e o Prisioneiro algo exaustivo, esse então é para matar. Comédia é pra rir e não pra aborrecer.
Nota: 0,5

O Bem Amado (Brasil, 2010), 12 anos, 110 min
Box: sala 3 às 14h e 18h35.
São Luiz: às 14h, 16h30 e 19h.


O Último Mestre do Ar

Já comentado no blog.
Nota: 2,5

The Last Airbender (EUA, 2010), 10 anos, 103 min
Somente dublado em 2D, Recife e Tacaruna às 14h40.


Resident Evil: Recomeço

A pergunta que faço: quando vai acabar essa cinessérie? Esse quarto filme deixa final aberto para mais uma continuação. Tudo bem, não caiu o nível ainda como Jogos Mortais, mas já está bom de dar um ponto final nessa história. Mas enquanto isso não ocorre, fiquemos com o quarto. É muito bom, embora não tenha o vigor do primeiro, O Hóspede Maldito. É diversão garantida, com direito a sustos, sangue e porrada. A exibição em 3D vale o ingresso, com sangue e bala voando. O problema é que o filme abusa do efeito "matrix".
Nota: 7,5

Resident Evil: Afterlife (EUA, 2010), 16 anos, 97 min
Em cartaz:
- Recife: 3D dublado e legendado
- Box: 3D dublado e legendado; 2D dublado
- Plaza e Rosa e Silva: 2D legendado
- Tacaruna e Boa Vista: 2D dublado


Toy Story 3

Quem é fã dos outros dois filmes, amará esse, visto que é considerado o melhor. É o que tem roteiro mais complexo e maduro, além de nível gráfico extremamente superior. É qualidade Pixar, sem dúvidas a maior produtora de longas de animação, pois nunca ela errou em um filme sequer (alguém lembra de alguma animação Pixar que tenha sido ruim? Já a Dreamworks...).
Nota: 9,5

Toy Story 3 (EUA, 2010), Livre, 102 min
Parque, somente segunda à sexta às 15h (dublado - 2D).