quarta-feira, 15 de setembro de 2010

3 Idiotas (nova crítica)

Olá, pessoal! O blog andava meio abandonado, né? Concordo, deixei mesmo, hahaha! Mas espero que isso não mais ocorra...
Eu já havia postado sobre 3 Idiotas, mas como estou pagando uma disciplina de Crítica de Cinema na faculdade (não faço o curso de Cinema, vale frisar), resolvi postar essa crítica que fiz essa semana. Está bem diferente da que coloquei aqui no blog, pois agora foi feita com mais cuidado. Além disso, o filme agora está disponível na internet com melhor qualidade, o que também me motiva a postá-lo novamente.
Espero que gostem!!


A indústria de cinema da Índia, popularmente conhecida como Bollywood, é a maior do planeta, superando em quantidade de produções, portanto, a famosa Hollywood. Essa última está sempre presente nos cinemas brasileiros, estreando todo final de semana no mínimo uma produção sua, mas e as produções indianas? Infelizmente, são raros os filmes desse país que chegam aqui, como Lagaan – Era uma vez na Índia (2002) e Somos Todos Diferentes (2007). O primeiro veio ao Brasil porque foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro na época e o segundo teve sua passagem no Festival de cinema do Rio em 2008, mas depois foi esquecido, não sendo lançado comercialmente. 3 Idiotas (2009) é uma fita que tem chances de chegar aos nossos cinemas (ou locadoras), visto que é a maior bilheteria da Índia de todos os tempos, é o filme indiano mais rentável nos EUA, foi apresentado no Festival de Cannes e de quebra faturou 16 dos 27 prêmios do Internacional Indian Film Awards 2010. Provavelmente isso não é o bastante para que essa produção chegue ao nosso país, sendo necessária, portanto, uma indicação ao Oscar ou algo similar.

Esse dado é triste porque na Índia são produzidos muitos filmes de qualidade artística. 3 Idiotas pertence a esse grupo. Seu enredo consiste numa mistura de road-movie com flashblack explicando o porquê de uma viagem pela Índia. É a história de três amigos, os três idiotas do título, que estudavam engenharia na mesma universidade, sendo essa muito renomada e a causa de muito estresse entre seus alunos. Rancho (Aamir Khan, que coincidentemente está em Lagaan e Somos Todos Diferentes – nesse último também é diretor) é um aluno genial, que foge do convencional (ele procura entender e aprender, ao invés de decorar) e com uma história de vida desconhecida. Após a conclusão do curso, ele some. Passados cinco anos, um ex-colega de classe reaparece aos dois amigos de Rancho, alegando que tem pistas do seu paradeiro. Dessa forma, não só a viagem em busca dele começa como também a do próprio espectador, que além de conhecer alguns lugares da Índia, entenderá como essa bela amizade foi construída e porque Rancho é uma figura tão marcante e querida, além de saber sua verdadeira história.

É verdade que Bollywood, por ser uma indústria, possui moldes de como fazer um filme. No seu caso, há a presença constante de cores vibrantes, mistura de gêneros (a mesma produção pode ser classificada como comédia, romance, drama, suspense, ação, etc.), números musicais e longas durações (sempre acima de 150 minutos). Para quem não gosta de filmes assim, acompanhar alguma produção de lá pode se tornar um martírio, mas 3 Idiotas consegue fugir desse lugar comum. A película de fato é longa (165 minutos), mas isso não é problema, pois o roteiro é cheio de situações que permitem o dinamismo da história, ocasionando até aquela sensação no espectador de que o filme não termine tão cedo. Quanto aos números musicais, eles se resumem a dois. As outras canções servem de fundo para a ação e não incomodam aqueles que não gostam de musicais. As cores vibrantes da fotografia, típicas do cinema indiano, são aqui encontradas e dão mais vida à produção.

3 Idiotas pode ser classificado como comédia e não sofre da salada de gêneros típica dos filmes indianos. Mesmo assim, o longa possui pitadas de drama, romance e até mesmo de suspense. Com relação ao drama, esse é o grande mérito do filme, pois está interligado à comédia de forma brilhante, ou seja, em determinado momento o espectador está se divertindo muito, rindo, e de repente acontece uma cena chocante ou emocionante que faz com que aquele mesmo espectador que há 10 segundos estava rindo chore. O roteiro permite essa rápida inversão de gêneros com sucesso e isso pode ser observado na cena do suicídio, como também na do hospital após Rancho levar o pai moribundo de Raju numa motocicleta, além de outras.

Esse mesmo roteiro não se limita a apenas ser um filme divertido e emocionante sendo, portanto, ao mesmo tempo crítico. 3 Idiotas discute a educação rígida na Índia, na qual muitos rapazes são mandados para escolas de engenharias pelos seus pais, sem direito à escolha, visto que é uma profissão que tem um futuro promissor nesse país, além de questionar os métodos de ensino, que tratam os alunos como máquinas e não seres humanos. Esses debates sempre são trazidos pelo Rancho, personagem que também é responsável pelas diversas lições de moral e amizade que o filme traz. Esse é outro mérito do roteiro, pois essas lições não são trazidas didaticamente ou de forma piegas, mas sim dentro de um contexto, criando assim uma empatia do público com o filme e principalmente com Rancho.

A Índia produz filmes que enchem os olhos e a alma do espectador, já que com suas longas durações, variados figurinos, cores, números musicais e mensagens positivas esses são realizados com intuito de fazer com que os indianos passem suas tardes dentro de uma sala de cinema, já que essa é uma diversão muito barata e muito popular lá, a qual não exige leitura (50% da população é analfabeta). 3 Idiotas está inserido nesse contexto, mas pode ser apreciado por qualquer público, visto que foge em alguns pontos do tradicional. É cinema de qualidade, mas que infelizmente só existe no Brasil por meios ilícitos (downloads na internet), demonstrando assim o quão tradicional é a nossa distribuição de filmes, a mesma que rotula filmes europeus e asiáticos como “cinema de arte” ou que exibe com esse carimbo fracassos americanos com a Miley Cyrus nas salas de shopping.

Nota: 10

Download: Torrent: http://www.kickasstorrents.com/3-idiots-2010-dvdrip-xvid-ac3-esubs-ddr-t4261385.html; Legenda: http://www.opensubtitles.org/pt/subtitles/3709765/3-idiots-pb.

Trailer (sem legendas):

3 comentários:

  1. Tenho uma grande dúvida: se 3 idiotas é o segundo ou terceiro melhor filme da minha vida!! Este cinema precisa ser realmente visto e reconhecido, pq é mto bom!! Tô tbm viciada em cinema indiano.. hehe... to aos poucos conhecendo mais!
    (ah, achei vc lá no filmow ai vim ler a crítica!!).
    E críticas são aquelas que tratam objetivamente do que se fala, com conhecimento do que se fala... assim, sua crítica está perfeita!!

    =]

    ResponderExcluir
  2. Ah, muito obrigado pelo carinho, Maria. Qual seria o melhor filme da sua vida então?
    =)

    ResponderExcluir
  3. Rendi-me! Pela primeira vez, um filme me fez chorar de emoção! "Os Três Idiotas" um filme para ver e rever!

    ResponderExcluir